SUSTENTABILIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE BARRO – CE

Westennaklyfya David Sousa, Francisca Katiane Ernesto de Melo, Eliane Pinheiro de Sousa

Resumo


A agricultura familiar assume papel relevante no Brasil, não apenas na produção de alimentos, como também na geração de emprego e renda. Além desses benefícios, ela também possui vantagens ambientais em termos comparativos com outras formas de exploração. Nesse contexto, este trabalho objetiva analisar a sustentabilidade da agricultura familiar no munícipio de Barro, situado no sul do estado do Ceará. Especificamente, busca-se mensurar a sustentabilidade desta atividade considerando os índices de desenvolvimento econômico e social, capital social, manejo, ecológico e político institucional. O índice de sustentabilidade foi obtido pela média aritmética de cada um desses índices. Os dados foram resultantes de pesquisa de campo realizada com 86 agricultores familiares no município cearense de Barro. Os resultados revelam que, em termos médios, os agricultores familiares possuem baixa sustentabilidade com base nos parâmetros estabelecidos. Verifica-se que o índice de desenvolvimento econômico e social foi o que mais contribuiu na mensuração do índice de sustentabilidade. Portanto, conclui-se que a melhoria da sustentabilidade da agricultura familiar está condicionada à melhoria dos indicadores que fazem parte do índice de desenvolvimento econômico e social. 


Palavras-chave


agricultura familiar; Desenvolvimento sustentável; Barro

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e22017302-327

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.