ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DO MUNICÍPIO DE SOROCABA (SP)

Junior Farias de França, Darllan Collins da Cunha e Silva, Haroldo Lhou Hasegawa, Renan Angrizani Oliveira

Resumo


As cooperativas de coleta, triagem e venda de materiais recicláveis desenvolvem importantes serviços às cidades, desde redução de gastos municipais com a destinação de resíduos quanto à geração de emprego. A Central de Reciclagem da Zona Oeste de Sorocaba (CRZO) é uma das cooperativas que desempenham tais atividades no município de Sorocaba (SP). Por isso, o objetivo desse estudo foi avaliar através de um questionário aplicado aos cooperados e dados do censo demográfico se o ambiente em que vivem interfere na situação socioeconômica deles, especialmente na sua escolaridade. Para isso foi utilizado uma análise estatística e ferramentas de geoprocessamento. Foi possível identificar que as únicas variáveis que explicam o número de anos estudados pelos cooperados são o número de filhos e a taxa de pessoas alfabetizadas com 5 ou mais anos de idade pelo número total de residentes no setor censitário. O método aplicado nesse estudo é um importante instrumento que pode auxiliar os gestores públicos que desejam elaborar um plano de gerenciamento de resíduos sólidos com uma visão mais holística para essa problemática.

Palavras-chave


eoprocessamento; Censo demográfico; Análise estatística; Cooperativa; Escolaridade.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e12017550-565

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.