REMOÇÃO DO CORANTE REATIVO VERMELHO POR ADSORÇÃO UTILIZANDO ARGILAS BRANCA E VERMELHA

Antonielly Santos Barbosa, Giovanne de Sousa Monteiro, Luana Nascimento Rocha, Erivaldo Genuíno Lima, Meiry Glaucia Freire Rodrigues

Resumo


Tecnologias tradicionais para o tratamento de águas residuais têxteis incluem várias combinações de métodos, porém estes métodos requerem elevado capital e custos operacionais. Adsorventes alternativos de baixo custo e eficazes são necessários. Portanto, esse trabalho tem por objetivo utilizar argilas nacionais consideradas adsorventes de baixo custo para remover corante reativo vermelho de efluentes sintéticos utilizando sistema de banho finito. As argilas utilizadas foram caracterizadas por Capacidade de Troca de Cátions, difração de raio X, Espectroscopia de Fluorescência de raio X por energia dispersiva, Microscopia Eletrônica de Varredura e Espectroscopia na Região do Infravermelho.  Foram realizados experimentos com variação de pH num intervalo de 1 a 7, massa constante e temperatura ambiente. Com o valor de pH ótimo foram realizados testes em banho finito para determinar a percentagem e capacidade de remoção do corante. De acordo com os resultados conclui-se que as argilas utilizadas como adsorventes, foram caracterizadas como argilas esmectíticas. Foi mostrado que o pH influencia no processo de remoção. Nos testes de adsorção variando o pH, as argilas utilizadas apresentaram um maior desempenho em pH 1. As argilas foram consideradas como adsorventes promissores, porém a argila vermelha exibiu performance superior a argila Branca na remoção do corante reativo vermelho.


Palavras-chave


argila Branca e Vermelha; corante reativo vermelho; adsorção em banho finito

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e22019539-561

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.