ESPECIALISTAS DO BRASIL E DO EXTERIOR FAZEM DE FLORIANÓPOLIS A CAPITAL DO SANEAMENTO POR DOIS DIAS

Valter José Gallina

Resumo


Durante dois dias, o Congresso Catarinense de Saneamento e o Encontro Técnico da Casan transformaram Florianópolis na Capital Brasileira do Saneamento. O tema aparentemente complexo, geralmente de pouca atenção da população brasileira, integrou em 31 de agosto e 1º de setembro de 2017 mais de 2.500 pessoas, numa demonstração de que Santa Catarina está disposta a reverter o passivo no setor.  Ficou no passado o tempo em que saneamento era um assunto que ninguém queria falar.


Palavras-chave


Congresso; Catarinense;Saneamento;estudantes; engenheiros;concessionárias, lideranças políticas;especialistas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e320171-4

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.