CONTAMINAÇÃO DO SOLO POR Cu, Cr, Pb E Zn NO ENTORNO DO PORTO DE PARANAGUÁ, PARANÁ.

Danilo Martins, Luiz Everson Da Silva, Wanderlei do Amaral

Resumo


Neste artigo apresentamos os resultados de um estudo acerca da concentração dos elementos traço Cu, Cr, Pb e Zn, no solo, em diferentes pontos da área portuária do Porto de Dom Pedro II, em Paranaguá - Brasil, destacando-se o potencial de contaminação que os residentes locais estão sujeitos à exposição. Os locais de amostragem foram definidos com base nas diferenças entre as dinâmicas locais, a influência da micro bacia do Canal das Marés e o processo de ocupação do espaço. Após tratamento físico, as amostras foram submetidos à digestão ácida com, HNO3 e HCl concentrados e H2O2 à 30% v/v, de acordo com a metodologia US.EPA 3050b. Após esse procedimento, os analitos foram lidos em equipamento de Espectrofotometria de Absorção Atômica por Chama. Para medição do pH, utilizou-se CaCl2 à 0,01M, na relação solo/solução 1:2,5. Com base nos limites de concentração de elementos traço no solo estabelecidos na Resolução Nº 420/09 do CONAMA e pela Decisão de Diretoria Nº 045/14 da CETESB, e, em comparação com a unidade de Testemunha, observou-se que, em determinadas épocas do ano, houve a variação da concentração de elementos traços no solo mas, de uma forma geral, pode-se dizer que os blocos analisados apresentam altas concentrações dos elementos Cu, Cr, Pb e Zn. Conclui-se que há contaminação e este estudo, serve como parâmetro indicador para novas pesquisas sobre os níveis de contaminação em decorrência da atividade portuária.


Palavras-chave


Elementos traço, Solo, Porto, Paranaguá, Contaminação

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e12019265-289

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.