DESAFIOS DA PRODUÇÃO DE SOJA ORGÂNICA COMO DETERMINANTE À IMPLANTAÇÃO DE SEU CULTIVO PARA FINS COMERCIAS NA REGIÃO OESTE DO PARANÁ

Marcelo Nobuo Inagaki, Clarissa Pereira Junqueira, Patricia Paula Bellon

Resumo


A agricultura brasileira, ao adotar modernas tecnologias de produção em busca do aumento de produtividade, vem trazendo impactos negativos ao meio ambiente, à sociedade e ao próprio produtor rural. Diante desse contexto, o objetivo deste trabalho foi reunir informações a respeito da produção de soja orgânica na região Oeste do Paraná, identificando os desafios a serem superados pelo setor e se esses podem se tornar barreiras que impeçam, principalmente, aos pequenos produtores de soja, o investimento nesse cultivo como forma de agregar valor à produção e garantir assim melhores resultados financeiros, ambientais e sociais em sua propriedade rural. Quanto à classificação do presente estudo, o mesmo foi de ordem prática, abordado de forma qualitativa, com objetivo exploratório e por meio do procedimento técnico estudo de caso. O instrumento de coleta de dados utilizado foi a entrevista. Os resultados indicam a inviabilidade de produção da soja orgânica na região Oeste do Paraná, determinada principalmente por três fatores: a falta de pesquisas voltadas para atividade, as dificuldades no manejo da produção e a baixa demanda da população brasileira por produtos orgânicos.


Palavras-chave


Soja orgânica; Oeste do Paraná; Propriedade rural.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e12018682-699

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.