INTEGRAÇÃO DAS CIÊNCIAS E DAS TECNOLOGIAS PARA REDUÇÃO DE DESASTRES NATURAIS: SÓCIO-HIDROLOGIA E SÓCIO-TECNOLOGIA

Masato Kobiyama, Roberto Fabris Goerl, Leonardo Romero Monteiro

Resumo


Devido ao aumento da magnitude e frequência dos desastres naturais, diversos encontros técnico-científicos sobre o gerenciamento de riscos e de desastres (GRD) vêm sendo realizados no Brasil. Paralelamente a isso, associações que tratam o GRD com caráter interdisciplinar foram criadas e também algumas associações científicas já existentes criaram seu comitê que trata do GRD. Isso pode ser visto como integração e expansão das ciências no Brasil. Devido à predominância da ocorrência dos desastres hidrológicos no Brasil e também ao fato no qual as vítimas dos desastres necessitam em primeiro lugar de água, a hidrologia pode ser uma ciência extremamente útil e relevante no GRD. Então, a fim de formar uma hidrologia mais útil no GRD, a sócio hidrologia deve ser avançada. A sócio hidrologia estuda a interação entre a sociedade e os processos hidrológicos. A Década Científica Panta Rhei da IAHS enfatizou esta ciência na comunidade internacional dos hidrólogos. O objeto principal da hidrologia tradicional é o ciclo hidrológico enquanto que para a sócio hidrologia deve ser o ciclo hidrossocial ou ciclo sócio hidrológico. Ampliando seu sentido, a socialização e a popularização da hidrologia fazem parte do principal enfoque da sócio hidrologia. O avanço da sócio hidrologia apoia o fortalecimento da sócio tecnologia, que serve para a melhoria da qualidade da vida dos moradores locais. Assim, o conjunto da integração das ciências e tecnologias tal como a sócio hidrologia e sócio tecnologia garante o gerenciamento mais adequado de desastres naturais, de recursos hídricos e de bacias hidrográfica.


Palavras-chave


Sociohidrologia. Sociotecnologia. Ciclo sociohidrológico.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e02018206-231

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.