INTEGRAÇÃO DE MEDIDAS PONTUAIS E DISTRIBUÍDAS NO CONTROLE DE CHEIAS NA BACIA DO RIO ITAJAÍ DO SUL

Bruno Henrique Abatti, Gabriele Vanessa Tschöke

Resumo


Diante de frequentes eventos de inundação na região do Alto Vale do Itajaí, evidencia se o prejuízo socioeconômico da região associado a estes eventos. O processo de urbanização é um fator preponderante para o desencadeamento destes eventos, principalmente pelo acréscimo de áreas impermeabilizadas, que implicam na redução da interceptação, da infiltração, do armazenamento superficial e no aumento do escoamento superficial. Assim, através de um modelo hidrológico chuva-vazão, realizaram-se simulações para diferentes cenários de impermeabilização do solo. Observou-se o incremento da vazão decorrente do acréscimo de área impermeabilizada na bacia hidrográfica, evidenciando o impacto que a modificação das condições naturais do solo possui sobre o hidrograma de cheia e nas medidas estruturais presentes no local de estudo.

 

 


Palavras-chave


Inundações. Impermeabilização do solo. Modelo Hidrológico.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e02018232-250

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.