SIMULAÇÃO DE CAMPOS PROBABILÍSTICOS DE PRECIPITAÇÃO A PARTIR DE UM MÉTODO GEOESTATÍSTICO

Angélica Nardo Caseri, Carlos Frederico De Angelis, Etienne Leblois

Resumo


Inúmeras regiões no mundo já foram atingidas, pelo menos uma vez, por eventos extremos de inundação os quais causaram grandes perdas socioeconômicas, ambientais entre outros. Os dados de estimação de precipitação são essenciais para realizar a previsão destes eventos e gerar alertas que possam minimizar os danos que podem ser causados. Uma das características principais destes eventos é a elevada variabilidade espacial e temporal. Devido a sua complexidade, a previsão dos mesmos possui diversas fontes de incertezas, como as incertezas provenientes dos campos de chuva observados. Estes dados, por sua vez, possuem papel importante no desempenho dos sistemas de previsão. Este estudo tem como objetivo principal desenvolver uma metodologia, baseada em um método geoestatístico, capaz de gerar cenários possíveis de chuva a partir de dados de radar meteorológico e de pluviômetros. A área de estudos localiza-se na região de Campinas, estado de São Paulo, na qual inúmeros eventos extremos já foram detectados. Os resultados obtidos apresentam que o método desenvolvido neste estudo pode ser uma solução para quantificar as incertezas que podem ser encontradas nos dados de precipitação observada.


Palavras-chave


Eventos extremos. Precipitação. Incertezas.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e02018493-507

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.