ANÁLISE EMPÍRICA DO PROBLEMA DAS DUNAS EM ILHA GRANDE – PIAUÍ

Dalton Melo Macambira, Keicyane Alves de Sousa, Edivânia Gomes de Assis Silva

Resumo


Este artigo tem como tema central a discussão e análise das causas do processo de avanço das dunas no município de Ilha Grande, localizado no litoral do estado do Piauí, Brasil, a partir de uma visão geossistêmica. O objetivo é apresentar os impactos sobre o ambiente natural e as consequências para a vida das populações atingidas, assim como as alternativas tecnológicas para a contenção de dunas, utilizadas pelas comunidades tradicionais e pelo poder público. O problema das dunas móveis no litoral brasileiro, particularmente no Nordeste e, sobretudo, no Piauí, se constitui em grave causa de degradação ambiental. O que deveria ser apenas beleza natural e fator de equilíbrio ecossistêmico tem se tornado área de fragilidade natural, agravada pela ação do homem, o que tem contribuído para elevar a complexidade do fenômeno. No caso do Piauí, as principais ações antrópicas são o desmatamento, para produção de carvão; a extração de areia e a criação de animais de forma extensiva. A metodologia utilizada foi o levantamento bibliográfico, de mapas, da legislação, de programas planos, e ações do poder público, e da sociedade, bem como pesquisa na rede mundial de computadores, documentários e matérias jornalísticas, relativo à temática. A pesquisa desenvolvida no município revelou uma iniciativa inovadora e bem sucedida para a contenção de dunas que pode servir de parâmetro para a mitigação dessa problemática em outras regiões do país. O trabalho demonstrou que existem tecnologias disponíveis que são eficazes no combate ao fenômeno.


Palavras-chave


Meio Ambiente; Geossistema; Dunas; Tecnologias; Ilha Grande

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e4201980-109

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.