DIAGNÓSTICO DA GESTÃO AMBIENTAL NOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DE ERECHIM – RS

Maurício Andreus Balbinot, Alexandre Couto Rodrigues, Jessica de Oliveira Demarco

Resumo


A Constituição Federal impõe ao poder público, juntamente com a coletividade, o dever de preservar o meio ambiente. A formulação de políticas visando a gestão ambiental vem ao entorno desse dever, implicando na legitimação de novos paradigmas que, na maioria dos casos, significam uma ruptura com o modelo atual, exigindo a formalização de novos instrumentos de trabalho. O presente trabalho busca realizar o diagnóstico da gestão ambiental dos municípios pertencentes à Microrregião de Erechim. Para a realização da pesquisa proposta foi utilizado um método quantitativo estabelecido para aplicação de questionário, buscando a objetividade dos dados e a explanação dos resultados à cerca do diagnóstico de cada município. Em muitos pontos ainda existe deficiência por parte dos órgãos públicos em relação à problemática ambiental, necessitando de novos caminhos para satisfazer essa demanda. Dessa forma, procurou-se sensibilizar os municípios que não estão de acordo com a legislação ambiental ou não apresentam um grande número de indicadores de gestão ambiental municipal, a fim de que atinjam as conformidades, evitando prejuízos e impactos negativos ao meio ambiente. 


Palavras-chave


Preservação Ambiental. Diagnóstico Microrregional. Indicadores Municipais.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e12019301-323

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.