QUALIDADE DA ÁGUA SUBTERRÂNEA E TRATAMENTO SIMPLIFICADO PARA ABASTECIMENTO HUMANO DO INSTITUTO ETERNA MISERICÓRDIA DE LAVRAS-MG

Paola Gonçalves Ribeiro, Ivonaldo Pereira, Caio César Andrade dos Santos, Camila Silva Franco, Rosângela Francisca de Paula Vitor Marques

Resumo


Sistemas de saneamento descentralizados em áreas escassamente povoadas pode promover abastecimento de água potável, simplificado e a baixo custo. O Instituto de Acolhimento e Recuperação Eterna Misericórdia (IAREM), em Lavras-MG, é uma associação civil, sem fins lucrativos, que acolhe cerca de 60 homens em situação social precária. Nesse sentido, objetivou-se avaliar a situação da qualidade de água de abastecimento proveniente de poço subterrâneo e propor melhorias visando garantir  fornecimento de água potável de qualidade. Foram coletadas amostras dos poços semi-artesiano e artesiano e em três pontos de consumo do IAREM, no período seco e chuvoso. Foram realizadas análises de potabilidade de água segundo os padrões de potabilidade da Portaria 2914/2011 do Ministério da Saúde . Para amostras positivas de coliformes termotolerantes, realizou-se ensaios de desinfecção por meio de radiação UV. Observaram-se valores médios de Manganês e coliformes termotolerantes acima dos padrões estabelecidos pela Portaria MS 2914/2011. A desinfecção por radiação ultravioleta mostrou-se eficaz na inativação de coliformes termotolerantes para uma lâmina de 20 cm e 120 s de exposição em ensaios experimentais. No entanto, a cloração também é sugerida também como alternativa para o processo de desinfecção da água de abastecimento do IAREM.

Palavras-chave


Saneamento rural. Sistemas descentralizados. Desinfecção.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019566-581

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.