AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE ESTADO TRÓFICO NO LAGO DOS TIGRES, BRITÂNIA, GOIÁS

Emmanuel D'Alessandro, Ina Nogueira

Resumo


O Lago dos Tigres é um ambiente raso pertencente a uma região rural cujos estudos sobre os níveis de trofia são precários. O objetivo foi analisar o Índice de Estado Trófico nos períodos de seca e de chuva e averiguar a importância da diminuição da profundidade neste lago. As amostras foram coletadas em 11 estações (lóticas e lênticas) em áreas preservadas, agricultáveis e urbanizadas. As variáveis limnológicas foram estudadas (análises de correlação, de componentes principais-ACP e de regressão linear). O ambiente apresentou-se com redução de 53% da profundidade, tendência a oligotrófico e limitado por fósforo. A ACP mostrou que as condições espaciais e temporais apresentaram diferenças significativas. A seca teve menor profundidade e mais elevados níveis de oxigênio dissolvido e nitrogênio total. A diferença espacial destacou-se nas estações lóticas (turbidez, condutividade elétrica e fósforo).


Palavras-chave


Lago oligotrófico. Limitação por fósforo. Lago rural.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e3201898-128

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.