ANÁLISE DE PERCEPÇÃO QUANTO AO USO E ATRIBUTOS DOS PELLETS DE BIOMASSA COMO FONTE GERADORA DE ENERGIA

Carlos Rafael Bogdezevicius, Marcus Luciano Souza de Ferreira Bandeira, Carla Célia Rosa Medeiros, Allison Gonçalves Silva

Resumo


As questões ambientais estão orientando as ações das organizações por meio de estratégias de inovação. Assim, a percepção do comportamento e a aplicação de tecnologias direcionadas às novas matrizes energéticas surgem como fundamentais abordagens no que tange à sustentabilidade ambiental empresarial. Nesse contexto, os pellets de biomassa vêm demonstrando grande potencial como matéria-prima para produção de energia. O objetivo desse artigo é analisar a percepção da gestão hoteleira de Porto Seguro – BA quanto ao uso e aos atributos dos pellets de biomassa como fonte geradora de energia. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva, de natureza aplicada, com abordagem qualitativa e quantitativa. Com relação aos procedimentos técnicos, foi uma pesquisa bibliográfica e de levantamento (survey), por meio da aplicação de um questionário construído por intermédio do recurso de formulários online do Google Forms. Infere-se, através das empresas estudadas, que 100% dos respondentes cogitam a possibilidade de utilizar uma fonte alternativa de energia renovável em suas respectivas empresas. No entanto, do total de respondentes, 62,5% afirmam não ter conhecimento acerca dos pellets de biomassa e seus atributos, confirmando que a análise de percepção continuada do comportamento mercadológico e criação de fluxos informacionais contribuem diretamente para a massificação dos pellets de biomassa como matriz energética alternativa.

 

 


Palavras-chave


Pesquisa de Marketing. Matriz Energética. Energias Renováveis.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e4201888-112

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.