ANÁLISE SWOT DA ASSOCIAÇÃO DOS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DE CHAPADINHA - MA

José Bonifácio Martins Filho, Rafael Alves das Neves, Thais Felippe de Melo, Gregori da Encarnação Ferrão, Isabela Cristina Gomes Pires

Resumo


O objetivo deste trabalho foi realizar uma análise situacional da ACMRC (Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Chapadinha-MA), a partir da descrição e da análise dos fatores externos e internos que afetam a eficiência operacional e administrativa da organização. Utilizou-se o método da Matriz SWOT, sendo que este instrumento expõe a competitividade de uma organização, considerando quatro variáveis: i) fatores internos: Strengths (Forças) e Weaknesses (Fraquezas) e ii) fatores externos: Oportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças); assim realizou-se uma revisão de literatura sistemática e entrevista com os associados. No que tange as condições socioeconômicas dos catadores, evidencia-se que as mulheres são maioria, correspondem a 77% dos entrevistados, a escolaridade dos catadores é baixa, 62% possui apenas ensino fundamental incompleto. Pela análise situacional da ACMRC, verifica-se que os pontos de fraquezas são mais frequentes, representam cerca de 71% dos fatores internos elencados nesse estudo; em relação ao ambiente externo, observa-se um cenário mais favorável, uma vez que há mais oportunidades que ameaças. Em relação a administração desta organização, observou-se que a ausência de  aspectos gerenciais influenciaram negativamente no resultado do trabalho coletivo na associação. A análise SWOT mostrou-se uma importante ferramenta para os catadores, pois permite diagnosticar sua organização e realizar um planejamento estratégico adequado a sua realidade, bem como possui aplicabilidade para os órgãos governamentais alcançarem objetivos mais eficientes em programas que envolvam estes atores.

 


Palavras-chave


Análise FOFA. Resíduos sólidos. Gestão Ambiental. Coleta seletiva. Reciclagem.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v7e42018134-157

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.