O RECONHECIMENTO DO BEM ESTAR DO TRABALHADOR E A RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: ANÁLISE DE ESTUDOS DE CASO BRASILEIRO

Danúbia Leite Ferreira, Sandra Naomi Morioka, Jeferson André Silva Valadares

Resumo


Os trabalhadores são partes interessadas nas operações das organizações, pautando ações de Responsabilidade Social com o bem estar. Nessa perspectiva, compreende-se uma relação integradora entre sustentabilidade e ergonomia, abrangendo a concepção de sistemas harmônicos entre força de trabalho saudável e produtiva. Quanto ao objetivo, o estudo buscou identificar se as organizações reconhecidas por proporcionar bem estar aos trabalhadores, consideradas melhores para trabalhar, também são caracterizadas por práticas em Responsabilidade Social Corporativa - RSC. No que se refere aos procedimentos metodológicos, trata-se de estudo de caso múltiplo, com informações coletadas de fontes secundárias, websites e relatórios de sustentabilidade. Os dados foram descritos e exposto em quadros que permitiram uma visualização sintetizada dos reconhecimentos auferidos pelas organizações. Foram três empresas selecionadas, a Elektro, Sama e SAP Labs Latin America, referenciadas, cada uma no seu setor de atuação, na revista Você SA, que em metodologia própria, define um índice de felicidade no trabalho - IFT. Os resultados evidenciaram que organizações reconhecidas por proporcionar bem estar aos seus trabalhadores também são caracterizadas como atuantes em iniciativas de RSC, indicando uma possível relação entre bem estar e RSC, dado que corporações que se preocupam com questões de sustentabilidade coorporativa influenciam em termos de atratividade e percepção dos seus funcionários. Cabe destacar, que em ambas as organizações estudadas, atuantes de forma global, foram identificados aspectos de transparência e credibilidade nos relatórios de sustentabilidade divulgados, tendo em vista a padronização, conforme as diretrizes do Global Reporting Initiative – GRI.


Palavras-chave


Responsabilidade Social Corporativa; Bem estar. Trabalhador.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019438-456

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.