ADIÇÃO DA CINZA DA FOLHA DE BANANEIRA NA ARGAMASSA

Daniel Martins Papini Mota, Silvana Julia da Silveira Diniz, Anna Carolina Maciel Reis, Daniel Soares Alcântara, Eduardo Henrique Gonçalves Costa, Grazielle Souza Campos, Lucas de Oliveira Abreu, Natália de Carvalho

Resumo


A banana é a segunda fruta mais cultivada no Brasil, devido a esse fato, a bananicultura produz uma quantidade significativa de resíduos de material vegetal. Uma maneira de aproveitar esse resíduo agrícola é utilizá-lo na construção civil. Devido as propriedades pozolânicas das cinzas de um material, decidiu-se realizar a implementação das cinzas da folha de bananeira no processo de fabricação de argamassas. Esse trabalho, possui como objetivo, averiguar o comportamento desse resíduo agrícola utilizado como aditivo em argamassas. Para isso, confeccionou-se corpos de prova de argamassa industrializada, argamassa in loco e argamassa com o aditivo de cinzas de folha de bananeira com o intuito de realizar o teste de resistência à compressão para argamassas. Constatou-se, assim, que o resíduo agrícola proveniente da folha da bananeira, utilizado como aditivo, aumentou a resistência à compressão em relação à argamassa industrial e em relação à argamassa feita in loco. Portanto, conclui-se que as cinzas provenientes da folha da bananeira podem ser utilizadas como aditivo na argamassa, sendo essa, uma finalidade sustentável para a construção civil e como finalidade para o resíduo vegetal.

 


Palavras-chave


Resíduos. Cinzas. Argamassa. Aditivo. Resistência.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v9e0202055-69

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.