DINÂMICA DE FRAGMENTAÇÃO NO ALTO CURSO DO RIO UNA

Carolina Ayumi Miyano, Jocy Ana Paixâo de ousa, Elfany Reis do Nascimento Lopes, Roberto Wagner Lourenço

Resumo


O estudo objetivou avaliar os fragmentos florestais, utilizando métricas da ecologia da paisagem no alto curso do rio Una, Ibiúna, SP. Realizou-se o mapeamento de uso do solo e cobertura vegetal para o ano de 2007 e 2017, a partir dos quais foi constatado que houve uma diminuição de aproximadamente 9,40% do total de área de Floresta durante este período. Porém, como a categoria Floresta apresentou a maior área para ambos os anos, a região ainda possui grande potencial para conservação. A partir do mapeamento do uso do solo e cobertura vegetal, foram extraídos os fragmentos florestais, totalizando 105 fragmentos no ano de 2007 e 53 em 2017, sendo a grande maioria de fragmentos pequenos. O total de borda confirmou o efeito de borda e a relação perímetro/área e a dimensão fractal indicaram a forma irregular dos fragmentos, apontando que a área se encontra sob grande pressão antrópica. Sendo assim, este estudo apresenta-se como uma ferramenta para auxiliar na gestão do uso responsável da região, promovendo o desenvolvimento de forma sustentável.

 

 




Palavras-chave


Fragmentos florestais. Métricas da Paisagem. Geoprocessamento. Conservação

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v9e02020494-512

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.