UMA PESQUISA SOBRE A INFLUÊNCIA DAS MÍDIAS SOCIAIS NA ATITUDE PRÓ-SUSTENTÁVEL

Alvim Borges, Adival Matta Junior, Mateus Frechiani Bitte

Resumo


Com os avanços tecnológicos e a crescente discussão sobre a sustentabilidade, as mídias sociais têm sido cada vez mais utilizadas por empresas, organizações e seus próprios usuários para circular informações a respeito do tema. Esse meio online tem sido bastante estudado e apontado como alternativa de comunicação com o público alvo desejado. Com isso, esse estudo teve como objetivo analisar se as mídias sociais são capazes de influenciar positivamente na atitude de seus usuários em relação a questões sustentáveis por meio de 538 questionários respondidos. Primeiramente foi feita uma análise descritiva dos dados que pode compreender que as mídias sociais podem influenciar positivamente a respeito de temas ligados a sustentabilidade ambiental, e posteriormente, uma análise discriminante e a MANOVA foram realizadas com o objetivo de encontrar agrupamento nos dados com base nas faixas de idade e analisar as diferenças entre suas médias. Não foram encontradas diferenças entre os grupos, sendo possível inferir que as mídias sociais impactam a atitude pró-sustentável com mesma intensidade nos diferentes grupos de idade. A maioria das médias das covariáveis alcançaram valores altos, indicando sua importância e presença constante nas mídias sociais.

 

 

 

Palavras-chave


Mídias Sociais. Práticas Sustentáveis. Sustentabilidade Ambiental.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v9e02020868-887

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.