USO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM PROL DA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS RECICLÁVEIS EM BELO HORIZONTE/MG (VEM RECICLAR)

Luís Carlos de Oliveira Souza[1] Luís Carlos de Oliveira Souza[1] Luís Carlos de Oliveira Souza[1], Camila Moreira de Assis

Resumo


O crescimento populacional no município de Belo Horizonte/MG desencadeia um incremento na geração de resíduos sólidos, dos quais uma parcela terá potencial de reciclagem, o que torna a educação ambiental ainda mais fundamental como prática social de conscientização. Por sua vez, os aplicativos (app) são ferramentas que visam à propagação de informações, possibilitando sensibilizar e difundir informações acerca de meio ambiente e resíduos sólidos. Justificado por tal cenário, o presente estudo visa a conscientizar a população acerca dos impactos ambientais da destinação incorreta de resíduos sólidos, utilizando apps como propulsores de informação. O estudo consistiu na elaboração conceitual de um aplicativo que, por meio de base de dados contendo todos os pontos de coleta de resíduos sólidos em Belo Horizonte/MG, permite aos usuários obterem informações acerca dos locais de descarte disponíveis e acessarem conteúdos, conceitos e informações acerca da temática resíduos sólidos. Dessa forma, considerou-se que o aplicativo é ferramenta de sensibilização e educação ambiental que trará benefícios tanto para o setor privado quanto para o setor público, como a redução do volume de resíduos destinados ao aterro sanitário e demais benefícios desencadeados pelo incentivo à prática da reciclagem.

 

Palavras-chave


Resíduos Sólidos. Reciclagem. Tecnologia. Aplicativos (app).

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v9e020201021-1039

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.