A CERÂMICA GREGA E SUAS RELAÇÕES SOCIAIS, CULTURAIS E RELIGIOSAS: UM ESTUDO DOS VASOS DE TIPO PANATENAICO ENTRE 550 a.C. E 320 a.C.

Camilla Miranda Martins

Resumo


Nossa pesquisa é um trabalho interdisciplinar que busca entender a complexidade da cultura material, bem como sua importância para a história e sua possibilidade de interpretação polissêmica. Analisamos vasos gregos advindos das competições atenienses, o Festival das Panateneias, e nosso objetivo principal neste artigo é apresentar parte de nossa pesquisa de mestrado, cujo tema temos desenvolvido desde 2007 na Iniciação Científica. Pretendemos, neste texto, notar as especificidades da iconografia presente na cerâmica grega, especificamente nas ânforas panatenaicas, das quais interpretamos as imagens, realizando uma leitura conjunta de seus dois painéis figurativos e refletindo como suas cenas podem constituir o imaginário social ateniense.


Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v1e12013199-206

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.