Toda nação tem seu rei: a construção do imaginário mítico do ex-jogador do flamengo, Zico

Claudia Nandi Formentin

Resumo


Este artigo é parte dos estudos realizados ao longo da tese de doutoramento da autora que analisa o discurso de nação e sua incursão no time de futebol do Flamengo. O objetivo é investigar como dá a construção do imaginário mítico do ex-jogador do Flamengo Arthur Antunes Coimbra, conhecido como Zico. Como objetivos específicos tem-se (1) mapear gêneros discursivos que abordem o referido jogador como tema; (2) identificar enunciados que contribuem para a construção do imaginário mítico no que se refere ao atleta citado. A análise se dá a partir de teóricos como Campbell (1990), Silva (2006), Hall (2006), Maffesoli (2001) e Bakhtin (2004). Como objetos de estudos, foram selecionadas materialidades como história em quadrinho, músicas e textos de blogs. A justificativa para a escolha do tema do trabalho aqui apresentado está no fato de Zico ser um jogador que, apesar de muito ligado ao rubro-negro carioca, é bastante respeitado no mundo esportivo, mesmo por outras agremiações, por várias de suas ações profissionais e suas contribuições ao esporte. Além disso, entre os torcedores do Flamengo, percepção tida a partir da coleta de dados que serão analisados, Zico aparece, com frequência, como um dos principais representantes da seção de futebol do clube. Ao fim deste trabalho, conclui-se que os enunciados que tratam de Zico compõem um cabedal discursivo que indica um atleta que ganha características sobre-humanas e místicas. Zico, nas materialidades estudadas, também agrupa uma série de enunciados que traz a memória da comunidade que é formada em torno do Flamengo atributos que são atemporais no que diz respeito ao clube ou mesmo ao futebol.


Palavras-chave


Mito; Futebol; Zico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v2e3201580-90

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2015 Claudia Nandi Formentin

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.