Os Potiguaras da Paraíba: identidade território e patrimônio cultural

Matheus C. Blach

Resumo


Análise do processo de atribuição de valor simbólico, pelos indígenas Potiguara, ás ruínas da Igreja de São Miguel Arcanjo, localizada no litoral norte do Estado da Paraíba na aldeia de São Miguel em Baía da Traição. Tem-se como objetivo identificar o valor simbólico dessa igreja para o povo Potiguara, assim como sua importância como bem passível de salvaguarda enquanto Patrimônio Cultural Nacional. Neste sentido, são analisados dados relacionados à identidade Potiguara; sua história; sua economia; seu modo de vida; e à relação dos Potiguaras com o território, com a igreja e com a manifestação de sua religiosidade de modo geral.

Palavras-chave


Patrimônio Cultural; Igreja de São Miguel Arcanjo; Potiguara.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v4e1201745-68

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Matheus C. Blach

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.