Direito à verdade e à memória: impactos da sentença do caso Gomes Lund e outros

Lucas Vicente Comassetto

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar os impactos da sentença do caso Gomes Lund e outros para a promoção do direito à verdade e à memória no Brasil. Tal verificação foi realizada a partir da análise de relatórios de cumprimento de sentença encaminhados pelo Estado brasileiro à Corte Interamericana de Direitos Humanos. Por meio da avaliação desses relatórios, constatou-se que o Brasil tem desenvolvido sistemáticas atividades para promover o direito à verdade e à memória. Entretanto, faz-se necessário que o Estado dê continuidade a esse trabalho, empreendendo outras ações, principalmente, aquelas relacionadas ao enfrentamento dos legados autoritários, que ainda desfrutam de grande influência e obstacularizam o processo de justiça de transição brasileiro.

Palavras-chave


Direito à Verdade e à Memória; Caso Gomes Lund e outros; Justiça de Transição

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v4e3201778-93

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2017 Lucas Vicente Comassetto

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.