Arqueometria na bacia hidrográfica do rio Forqueta/RS: um estudo sobre a cerâmica pré-colonial Guarani

Neli Galarce Machado, Lauren Waiss da Rosa, Sidnei Wolf, Lucélia Hohne, Eduardo Miranda Ethu, Shigueo Watanabe, Roseli Gennari

Resumo


As análises físico-químicas elucidam aspectos importantes no entendimento da complexidade de ocupações pré-coloniais. Objetivase analisar a pasta cerâmica de fragmentos de vasilhas provenientes de dois sítios arqueológicos localizados na Bacia Hidrográfica do Rio Forqueta/RS. Por meio da Espectrometria de Massas com Fonte de Plasma Indutivo (ICP-MS) foram obtidos os resultados da composição química das pastas. As análises multivariadas se deram através do programa Bioestat®. Percebe-se que entre a tipologia física das vasilhas, a diferença da composição química é sutil. É possível considerar que a matéria-prima para a confecção das peças de ambos os sítios provêm de locais com as mesmas características sedimentares.

Palavras-chave


Arqueometria; Análises multivariadas; Cerâmica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v5e22018165-184

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Neli Galarce Machado, Lauren Waiss da Rosa, Sidnei Wolf, Lucélia Hohne, Eduardo Miranda Ethu, Shigueo Watanabe, Roseli Gennari

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.