EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE BRUSQUE - SC

Mylena Abelino Rubituci, Thiago Dantas Rodriguero, Samara Aparecida da Silva Garcia

Resumo


Em todo planeta o lixo é um dos assuntos mais discutidos, a cada ano que passa o volume de resíduos aumenta e os espaços para destinar os mesmos diminuem. Um modo de minimizar todos os efeitos catastróficos que o lixo causa, é a reciclagem. Boa parte de todo o lixo gerado em casas, indústrias, escolas e comércios são materiais secos e passíveis de serem transformados em novos produtos ou embalagem. E alguns destes novos produtos possuem um alto valor agregado. A política nacional dos resíduos sólidos é um instrumento de auxílio, pois institui as metas que devem ser alcançadas pela União, pelos estados e pelos municípios. Na cidade de Brusque, a coleta de materiais recicláveis ainda é recente, mas sabe-se que boa parte da população já está fazendo sua parte. O objetivo geral desta pesquisa consiste em propor a educação ambiental na coleta seletiva no Município de Brusque, Santa Catarina. Com o intuito de alcançar este objetivo, pretende-se identificar o grau de conhecimento da população brusquense no que diz respeito à separação de resíduos sólidos recicláveis, descrever a situação real da cidade em relação à coleta de material reciclável, mostrando os benefícios da coleta seletiva; e por último, criar uma cartilha a partir dos resultados da pesquisa, mostrando a relação entre o custo e o benefício da implantação da coleta seletiva.

 


Palavras-chave


Resíduos recicláveis. Educação Ambiental. Coleta seletiva.

Texto completo:

PDF