DA SOBREASSEVERAÇÃO PARA A AFORIZAÇÃO: PERCURSO TEÓRICO PARA UM REGIME ENUNCIATIVO

Luís Rodolfo Cabral

Resumo


O objetivo deste trabalho é traçar um percurso teórico para o regime aforizante, desenvolvido detalhadamente na obra de Dominique Maingueneau Frases sem texto (Les phrases sans texte, Paris, 2012), lançada no Brasil em 2014. A teoria sobre a aforização é resultado de, pelo menos, dez anos de pesquisa, e com o levantamento bibliográfico das publicações sobre o assunto a partir de 2004, o estudo explicita a progressiva construção do estatuto pragmático desse regime enunciativo, mais especificamente no que concerne às noções de sobreasseveração e aforizador. Levanta uma breve discussão sobre responsabilidade enunciativa de forma a evidenciar como se constrói a noção de sujeito da enunciação nesse regime. Este trabalho busca dirimir a diversidade terminológica em torno dos conceitos que essa teoria mobiliza, e apresentar uma revisão teórica para os iniciantes no assunto.


Palavras-chave


Frases sem texto. Aforização. Regime aforizante.

Texto completo:

PDF/S


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.