O DISCURSO SOBRE A ABERTURA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS ÀS MIGRAÇÕES CONTEMPORÂNEAS NO JORNALISMO DIGITAL

Marluza da Rosa

Resumo


Este artigo estuda o funcionamento do discurso jornalístico sobre o acesso de estudantes refugiados(as) ao ensino superior brasileiro. O recorte temporal da pesquisa abrange os anos de 2015 a 2019, período em que o número de instituições com “acesso facilitado” aumentou significativamente, assim como sua visibilidade nas mídias. São analisadas cinco sequências discursivas extraídas de cinco notícias, selecionadas de um arquivo de vinte e três textos jornalísticos, difundidos em portais on-line no referido período. A partir do olhar teórico-metodológico dos estudos do discurso franco-brasileiros e considerando as especificidades do discurso jornalístico em meio digital, o estudo discute as práticas discursivas que inscrevem o ingresso na universidade como promessa tanto de inserção socioeconômica, quanto de integração no país de chegada.


Palavras-chave


Análise de discurso. Jornalismo digital. Universidade. Migração. Refugiado.

Texto completo:

PDF/S


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.