OS CÍRCULOS DOS ARENITOS DE SÃO ROMÃO, MINAS GERAIS: ESTRUTURAS GEOLÓGICAS OU ARQUEOLÓGICAS?

Ulisses Cyrino Penha

Resumo


Trabalhos de caracterização da paisagem efetuados na Fazenda Novilha Brava, no município mineiro de São Romão, Planalto Central Brasileiro, revelaram 44 estruturas circulares esculpidas em pavimentos areníticos fraturados horizontais, agrupadas em 5 conjuntos e cujos diâmetros variam de 0,8 m a 3,18 m. Por não haver registro de estruturas semelhantes na literatura geológica, e em função de sua geometria peculiar e bordos abaulados, admite-se-lhes uma possível origem arqueológica. A erosão vigente na fazenda causa assoreamento das drenagens e desmantelamento das estruturas circulares, sendo urgente um plano de manejo na área e trabalhos de educação patrimonial e ambiental com as famílias rurais. São levantadas questões arqueológicas e geológicas, cuja elucidação demanda pesquisas sistemáticas a fim de comprovar a origem aqui proposta para os círculos.


Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/memorare.v1e1201351-57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista Memorare, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-0593.

  Licença Creative Commons
Revista Memorare de Revista Memorare está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.